BEM VINDOS

Caro Visitante

Benvindo a este espaço...

Espero que lhe possa trazer alguma informação útil, ou esclarecimentos, sobre a Hipnose Clínica, o convite que lhe faço é que o use para colocar questões, partilhar ideias, tirar dúvidas, ou registar testemunhos.
Criei-o a pensar em si...
Utilize-o como lhe fizer mais sentido...

História

A História da Hipnose

Trago-vos apenas uma breve passagem pela história da Hipnose ao longo dos séculos, o seu aparecimento e diversas utilizações. 


A palavra Hipnose, provem do grego hypnos, que significa sono, apesar de estarmos acordados o estado em si aparenta o de um sono.





Sabemos que técnicas milenares budistas de meditação, contemplavam um estado modificado de consciência.
Da mesma forma no Antigo Egipto, Grécia, China e Pérsia, existem relatos com mais de dois mil anos, sobre sacerdotes que induziam uma estranha forma de sono, que curava.

Durante a idade média, a cura através do sono hipnótico foi utilizada e começou a ser estudada, extrapolando várias teorias interessantes, como o “magnetismo”, o “sonambulismo artificial”, etc.

O Padre português Abade Faria (1755-1819), desenvolveu novas teorias sobre o Transe, seus efeitos no paciente, tendo sido o grande impulsionador da prática no ocidente.









Várias correntes de estudo e Escolas na Europa surgiram nessa época, a hipnose passou a ser utilizada em práticas médicas, era frequentemente usada como anestesia em grandes cirurgias, tratamento de diversas patologias psiquiátricas, ou como alívio em doenças dermatológicas.




A sua utilização foi amplamente reconhecida pelos mais prestigiados psicoterapeutas e psicanalistas, entre eles Dr. Sigmund Freud, médico neurologista o chamado pai da psicanalise.



 
Mas o grande impulsionador da utilização clínica com relatos impressionantes de sucesso em pacientes com as mais diversas patologias, foi Dr. Milton Erickson, criador da Hipnoterapia Moderna e criador de muitas das técnicas ainda hoje apresentadas, levou-a a um outro nível, tratando cada paciente como o ser individual que é.